A fotografia de nascimentos é algo tão maravilhoso e surpreendente… de uma hora para outra você pode estar em uma sala de parto diante de um dos mais lindos espetáculos da existência humana, a chegada de uma vida à luz.  Muitas vezes faltam palavras para descrever essa experiência, cada nascimento amplia um pouco o sentir, o olhar.

Eu não sabia que ia fotografar a chegada do Joaquim até praticamente minutos antes dele nascer…

Foi assim mesmo, estava em casa terminando as fotos de outra bebê linda, a Giovanna, quando uma amiga em comum telefonou perguntando seu eu podia correr para a maternidade, pois o primeiro filho de grandes amigos ia nascer!

Voei para a maternidade para e fui direto pra sala de parto.  Deu uma alegria quando a obstetra Dra. Fernanda falou: Graças a Deus que é você! Tenho zelo e respeito não apenas pela equipe médica, mas também por esse momento de conexão entre os pais.

São muitos sentimentos envolvidos, tudo é surpresa em um universo completamente novo e diferente do que já se viveu até ali. O nascimento de um filho é algo tão precioso, tão único, tão especial.

A impressão que tenho, fotografando nascimentos, é que nasce junto com o filho um amor único, diferente de tudo o que já se sentiu até ali.

Guardei um tempo especial no Workshop de Fotografia de Nascimentos para falar sobre isso. Estar presente para fotografar um nascimento é algo que exige liberdade de espírito, mas sobretudo sensibilidade. É preciso entender que a fotografia é importante, mas o que está em jogo ali são vidas humanas. Respeitar o trabalho da equipe médica e estar afinado com eles é primordial para a família, para a própria equipe e para o nosso trabalho.

Mas vamos à chegada do Joaquim…

Sabe quando você vê o amor? Difícil falar em ver algo intangível, mas quem já viu sabe… toca a alma, o coração da gente. A união, a cumplicidade, a conexão entre a Nina e o Felipe era tão forte que se expressava na sintonia nos gestos, nos toques, em cada olhar. Eles estavam ali um pelo outro de uma forma tão linda, vivendo juntos o momento quando conheceram seu filho.

Bem vindo ao mundo Joaquim!

Uma das músicas que a Nina mais ouviu na gestação foi “Chuva no mar”, acho que por sintonia escolhi para o slideshow. Achei que era leve, como o amor deles dois <3

Chuva no mar
Carminho
Coisas transformam-se em mim
É como chuva no mar
Se desmancha assim em
Ondas a me atravessar
Um corpo sopro no arCom um nome pra chamar
É só alguém batizar
Nome pra chamar de
Nuvem, vidraça, varal
Asa, desejo, quintal
O horizonte lá longe
Tudo o que o olho alcançarE o que ninguém escutar
Te invade sem parar
Te transforma sem ninguém notar
Frases, vozes, cores
Ondas, frequências, sinais
O mundo é grande demaisCoisas transformam-se em mim
Por todo o mundo é assim

Isso nunca vai ter fim

Casamento de Dia – Fernanda e Marcelo – Escrito nas Estrelas

O casamento de dia da Fernanda e do Marcelo foi muito especial. A história deles parece mesmo que estava escrita nas estrelas… Era uma noite no ano de 2013, e foi em uma manifestação na Avenida Rio Branco, aqui no Rio de Janeiro, que eles se conheceram quase que ao acaso.

A Fernanda já tinha uma filha, a Anita. Com o tempo e com o seu amor, o Marcelo conquistou a Fernanda, e aos poucos o coração da Anita também, da mesma forma que foi conquistado por elas. Nada mais lindo que se casar com a família já formada! Certeza dos sentimentos, experiência no caminhar de uma união iluminada, de pessoas de bem, de espírito livre.

Os três vivem uma história de amor, respeito, amizade e compartilham da felicidade mais pura que é a de ter uma família feliz, nas pequenas coisas, nos detalhes mais simples, no amor.

Mais que marido, o Marcelo vem aprendendo a ser pai. Como ele bem disse em seus votos, tem feito o dever de casa certinho… aprendeu muito com o amor das duas e se casou com a professora!

Foi um casamento dos sonhos, que tive a honra e a felicidade de documentar. Sim, foi o casamento de pessoas que respeitam o amor, o amor puro, sem amarras, sem fronteiras. Aquele amor que vale a pena, porque como diria o poeta, a alma… com certeza não é pequena!

A cerimônia foi lindíssima, ao ar livre, no Sítio Meio do Mato, celebrada pelos amigos e familiares que compartilharam os momentos dessa união. Cada um contando um pouquinho de como o seu amor se misturava na história do amor deles três.

A festa, sob o luar de uma lua cheia, foi suuuper animada! Não foi uma recepção só pra eles, mas para celebrar o amor de todos, da forma mais linda, livre, como o amor deve ser.

A Feca foi bailarina do Cirque du Soleil, e seus amigos deram um tom todo especial. Muita purpurina, fumaças e um grande “beijaço”.

De todos esses presentes que receberam, certamente o mais valioso foi encontrarem um ao outro!

A fotografia de casamento tem me trazido valiosos momentos, um deles foi documentar esse dia que marca o surgimento oficial da família Feca, Anita e Marcelo. Muito obrigada queridos!

Deixo aqui um pedacinho de um livro que amo, do Francisco Azevedo, e que acho que tem muito a ver com a história de amor de vocês.

“Fecho os olhos e de olhos fechados tudo vai abaixo: paredes, fronteiras, universos. De olhos fechados tudo é possível. O escuro é página em branco, nele se cria o que se quer. O escuro é colorido, é cósmico e abissal. Viagem.”

Desejamos a vocês toda a felicidade do mundo e muito mais!

 

 

 

Ficha Técnica

Fotografia: Clara Sampaio Fotografia
Fotógrafos Convidados: Sergio Sousa, Bruno Montt e Bel Sampaio
Cerimonial: Rosí Medeiros
Make up: Bebel Menndez
Local da Cerimônia e festa:  Meio do Mato Eventos
Decoração: Equipe Meio do Mato Eventos
Iluminação e sonorização: BPM Audio
DJ: Nado Leal
Música ao Vivo na cerimônia: Julia Decacce
Buffet: Eliane Leal + estação Delírio Tropical
Doces e Chocolates:  Carolina Sales, Neide Carrara e Sweet in Box
Bem Casado: Denise Cristina
Bolo:  Casal Garcia
Buquê: Alex Soares
Lapela: Alex Soares

Veja mais casamentos aqui!